Judicial

Para a solução judicial contenciosa dos conflitos, as partes têm de estar representadas por advogados diferentes. Por esta razão, cada cônjuge terá de contratar individualmente o seu representante, bem como remunerá-lo com honorários advocatícios; ocasionando, assim, despesa em dobro para ser quitada, muitas vezes, com os recursos que os cônjuges utilizam para arcar com as despesas fixas pessoais e de seus familiares.

Os advogados defendem as partes por escrito e o juiz analisa o que está escrito. O procedimento judicial, em alguns casos, não se apresenta como a solução mais adequada aos conflitos, uma vez que as partes envolvidas têm sua participação na decisão final limitada ao formalismo processual. Sabe-se que as pessoas tendem a cumprir com mais fidelidade acordos que foram construídos e celebrados com sua participação na formulação das clausulas contratuais. Sendo assim, a solução judicial contenciosa dos conflitos apresenta-se como uma opção mais onerosa e com menor margem de liberdade na formulação da solução do litígio, favorecendo a insatisfação das partes com a sentença judicial proferida conforme os preceitos legais.

As partes só podem falar com o juiz durante a audiência, e por tempo limitado. Este formalismo permite que se mantenha a ordem nas audiências. Imagine se cada um falasse o que quisesse na hora da audiência? Não daria certo. Por outro lado, nos casos em que estão envolvidos interesses de pessoas que possuem vinculo afetivo, esse procedimento não se apresenta como o mais adequado, porque a origem do problema não é, muitas vezes, mencionada em audiência. Sendo assim, a sentença judicial é proferida, dando fim à lide, mas as raízes emocionais do problema permanecem sem a solução adequada, gerando mais sofrimento ao casal e aos filhos.

Extrajudicial

As partes têm que estar em consenso sobre um acordo. Nosso escritório conta com um ambiente agradável e relaxante, próprio para conversas amigáveis e pacificadoras; para a realização de acordos que tragam restauração ao tecido familiar; e que tenham o menor custo financeiro.

Não pode haver crianças menores de idade envolvidas ou pessoas incapazes. Mediação realizada apenas com a participação de adultos capazes, não havendo impedimento para se tratar de questões que envolvam os menores e incapazes.

Custos: honorários contratos com seu advogado. Varia de acordo com a quantidade de encontros necessária à solução da controvérsia. Opção menos onerosa que propor a solução da demanda em juízo.